Ucrânia vai precisar muito de Shevchenko, diz Blokhin

O técnico da Ucrânia, Oleg Blokhin, disse nesta terça-feira que sua seleção vai depender mais do que nunca do talento e do profissionalismo do atacante Andriy Shevchenko, que ainda se recupera de uma contusão no joelho e praticamente não treinou com a equipe na reta final de preparação para a Copa do Mundo."Estamos contando com seu talento e profissionalismo, já que ele se junta a nós apenas agora. Mas ele já se recuperou de contusões piores", disse o treinador, que disputou duas Copas, em 1982 e 1986, pela extinta União Soviética em entrevista publicada nesta terça-feira numa revista ucraniana.Nesta segunda-feira, Shevchenko acompanhou do banco de reservas a vitória por 3 a 0 sobre a Líbia, em Gossau, na Suíça. Na quinta, ele deve participar pelo menos de alguns minutos do jogo contra Luxemburgo, o último amistoso entre todas as seleções que disputarão a Copa - na véspera da abertura do torneio.Blokhin lamentou as seguidas contusões na equipe, que o obrigaram a chamar para a Copa jogadores que disputaram o Europeu sub-21 - a Ucrânia ficou com o vice-campeonato, derrotada pela Holanda na decisão, no último sábado. Mesmo assim, ele promete fazer boa figura no Mundial. "Nossas expectativas não parecem ser as melhores, mas vamos brigar. Disse aos jogadores que seria uma vergonha chegar à Copa e não passar de fase, ou ainda perder todos os jogos", disparou o técnico, que prevê dificuldades no grupo também contra Tunísia e Arábia Saudita - a estréia, contra a Espanha, dia 14, é considerado o jogo mais difícil. "Não há meninos chorões no Mundial", disse. "Só espero que não tenhamos mais contusões até lá."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.