Javier Lizon/EFE
Javier Lizon/EFE

Uefa abre processo contra Mourinho por expulsões

Entidade investigará técnico por suposta 'conduta antidesportiva' em jogo da Liga dos Campeões

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2010 | 14h23

A Uefa acusou o técnico do Real Madrid, José Mourinho, de ordenar que dois jogadores forçassem suas expulsões em uma partida da Liga dos Campeões da Europa. A entidade indicou que seu comitê disciplinar investigará o treinador português por suposta "conduta antidesportiva", assim como os jogadores Xabi Alonso, Sergio Ramos, Iker Casillas e Jerzy Dudek.

A audiência sobre o caso foi marcada para o dia 30 de novembro. Mourinho supostamente teria enviado instruções do banco de reservas antes de Alonso e Ramos receberem o segundo cartão amarelo nos minutos finais da vitória por 4 a 0 sobre o Ajax, em Amsterdã, na terça-feira.

As expulsões significam que ambos cumprirão a partida de suspensão no último jogo da fase de grupos, no próximo mês, contra o Auxerre, que não tem importância, já que o Real Madrid está garantido nas oitavas de final da Liga dos Campeões como líder do seu grupo. Assim, iniciariam as oitavas de final, em fevereiro, sem advertências.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.