Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

Uefa abre processo disciplinar contra o United por garrafa atirada em Di Maria

Jogador argentino foi alvo da torcida na partida de terça-feira, pela Liga dos Campeões

Redação, Estadão Conteúdo

13 de fevereiro de 2019 | 16h46

A Uefa confirmou nesta quarta-feira que foi aberto um processo disciplinar contra o Manchester United, que corre o risco de ser punido depois de uma garrafa de plástico ter sido atirada no atacante argentino Angel di Maria, do Paris Saint-Germain, durante o duelo que os dois times travaram na última terça, no estádio Old Trafford, na Inglaterra, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

A entidade máxima do futebol europeu informou que o seu tribunal disciplinar vai analisar um expediente por "lançamento de objetos" em um julgamento marcado para o próximo dia 28. Curiosamente, Di Maria, ex-jogador do próprio United, exibiu personalidade ao fingir beber o líquido da garrafa que foi atirada em sua direção e depois jogou a mesma para o lado.

Alvo de xingamentos e críticas dos torcedores ingleses em Manchester, o argentino respondeu com bom futebol dentro de campo, pois deu assistências para os dois gols do PSG, marcados por Kimpembé e Mbappé, na vitória por 2 a 0 da equipe francesa. Na comemoração de um destes gols, Di Maria também gritou xingamentos em direção à parte da torcida.

O PSG, por sua vez, também será julgado pela Uefa por causa do comportamento de alguns dos seus torcedores que estiveram presentes no estádio Old Trafford. Nesta temporada europeia, o clube francês já foi multado pela entidade por atitudes de sua torcida em uma partida contra o Estrela Vermelha, em Paris, realizada em outubro e também válida pela Liga dos Campeões.

O confronto de volta das oitavas de final entre PSG e United está marcada para ocorrer no dia 6 de março, na capital francesa, onde os mandantes terão a vantagem de até poder perder por um gol de diferença para avançar às quartas da competição.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.