Darren Staples/Reuters
Darren Staples/Reuters

Uefa abre processo disciplinar contra técnico do Manchester City

Irritado com arbitragem, Pellegrini levantou suspeitas sobre a honestidade de Jonas Eriksson

AE-AP, Agência Estado

21 de fevereiro de 2014 | 17h05

MANCHESTER - A Uefa anunciou que abriu nesta sexta-feira um processo disciplinar contra o técnico do Manchester City, Manuel Pellegrini, horas depois de o chileno ter se desculpado por criticar um árbitro pela sua atuação no apito na partida que o time fez contra o Barcelona, na última terça, na Inglaterra, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Irritado com a arbitragem, o treinador do time inglês levantou suspeitas sobre a honestidade de Jonas Eriksson, que marcou pênalti duvidoso a favor da equipe espanhola no jogo de ida do mata-mata continental, vencido pelo time catalão por 2 a 0. E agora Pellegrini poderá ser punido quando o seu caso for julgado pelo comitê disciplinar da Uefa.

A entidade que controla o futebol europeu disse que o treinador foi "acusado de violar os princípios gerais de conduta". Após a derrota da última terça, o chileno disse que Eriksson "não foi imparcial" e favoreceu ao Barça. Para completar, ele ainda lembrou de uma outra partida do Barcelona apitada pelo sueco, na qual teria prejudicado o time espanhol, e insinuou que desta vez o juiz acabou compensando aquele jogo favorecendo o time de Messi.

"Talvez tenha dito algumas coisas que não queria dizer, assim me desculpo pelo que disse", disse Pellegrini nesta sexta-feira, quando também destacou: "Não é meu costume criticar o árbitro, mas, neste caso, não foi um bom dia e ele decidiu a partida. Mas não com a intenção de beneficiar o Barcelona ou prejudicar o Manchester City".

No jogo da última terça-feira, Eriksson apitou um pênalti a favor do Barça e expulsou o zagueiro Martín Demichelis por causa de uma falta dura sobre Messi. Na penalidade assinalada pelo árbitro, o astro argentino sofreu uma falta quando se dirigia ao gol inglês, sendo que o lance deixou dúvidas em relação à posição do atacante, se estava ou não sobre a linha da grande área quando foi derrubado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.