Kai Pfaffenbach / Reuters
Kai Pfaffenbach / Reuters

Uefa adia reunião sobre Eurocopa em meio a dúvidas de algumas sedes

Reorganização do campeonato pode trazer problemas devido à pandemia causada pela covid-19

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2020 | 17h24

A Uefa anunciou nesta segunda-feira que decidiu adiar sua reunião do comitê executivo marcada para o dia 27 de maio como resultado de "alguns negócios inacabados relacionados a um pequeno grupo" de sedes da Eurocopa, adiada para 2021.

De acordo com o comunicado, a confederação europeia afirma que a reunião será realizada no dia 17 de junho. "Devido à existência de algumas questões pendentes em relação a um pequeno número de locais propostos para a reorganização da Eurocopa no próximo ano".

A competição está programada para ser realizada de 11 de junho a 11 de julho de 2021 em 12 cidades de 12 países europeus. A abertura acontecerá em Roma, na Itália, e a fase final em Londres, na Inglaterra.

De acordo com a Uefa, a reorganização do campeonato pode trazer problemas para algumas cidades-sede devido à pandemia causada pela covid-19. "A ideia é que continuemos nas mesmas cidades. Conversamos com nove delas e tudo está resolvido. Mas com outras três, temos alguns problemas", admitiu o presidente Aleksander Ceferin, na semana passada, em entrevista ao canal beIN Sports.

"Vamos continuar as negociações e, a princípio, manteremos (a Euro) em 12 cidades. Caso contrário, estamos dispostos a fazê-la em seis, oito ou nove sedes", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.