(Jean-Christophe Bott/EFE)
(Jean-Christophe Bott/EFE)

Uefa anuncia ajuda a crianças afetadas por ações da Rússia na Ucrânia

Doação será no valor de 1 milhão de dólares, aproximadamente, 5,7 milhões de reais

Redação, Estadão Conteúdo

01 de março de 2022 | 15h43

A Fundação Uefa para Crianças anunciou nesta terça-feira que doará 1 milhão de euros, aproximadamente 5,7 milhões de reais, a iniciativas de caridade com foco em crianças na Ucrânia afetadas pela invasão da Rússia ao país.

"As crianças são muito vulneráveis durante os conflitos e é nosso dever ajudar a defender os seus direitos fundamentais e a sua saúde", disse o presidente da Uefa, Aleksander Cerafin.

Segundo a agência de refugiados da ONU, mais de 660 mil pessoas, em sua maioria mulheres e crianças, fugiram da Ucrânia para países vizinhos. A Polônia foi o país que mais abriu as portas para os ucranianos.

Quem também receberá uma ajuda da Uefa é a Federação de Futebol da Moldávia, que realiza um trabalho humanitário para ajudar crianças e refugiados. Essa ajuda emergencial será de 100 mil euros, cerca de 570 mil reais.

"Estamos passando por tempos sem precedentes, com milhares de famílias ucranianas buscando abrigo em nosso país", explicou o presidente da Federação de Futebol da Moldávia, Leonid Oleinicenco.

Nesta terça-feira, as tropas russas iniciaram mais uma tentativa de invasão à capital Kiev. As tropas russas tentam fechar o cerco à cidade e uma torre de TV foi atingida por uma explosão. A informação é que dois mísseis foram lançados contra a torre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.