Uefa anuncia campanha para final da Liga dos Campeões

Capitães de Manchester United e Chelsea entrarão em campo com braçadeiras para demonstrar apoio

EFE

19 de maio de 2008 | 15h11

Os jogadores de Manchester United e Chelsea, adversários na final da Liga dos Campeões, expressarão seu apoio à campanha "Unidos contra o Racismo", da Uefa, durante a partida desta quarta-feira, no Estádio Olímpico Luzhniki, em Moscou. Veja também: Manchester United e Chelsea já estão em Moscou Segundo informações da organização, os capitães das duas equipes usarão braçadeiras para promover a campanha e demonstrar apoio aos esforços para erradicar o racismo e a intolerância no futebol. A Uefa lembrou que a campanha "Unidos contra o racismo" será uma das principais iniciativas a serem desenvolvidas durante a Eurocopa da Áustria e da Suíça, entre 7 e 29 de junho, acompanhada também de atividades para promover a integração das minorias étnicas dos dois países. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.