Uefa confirma suspensão e Bendtner desfalca Dinamarca

A Uefa confirmou nesta terça-feira que a Federação Dinamarquesa de Futebol da Dinamarca teve negado o recurso de apelação contra a suspensão de uma partida ao atacante Nicklas Bendtner, jogador do Arsenal, punido por conduta imprópria durante partida do seu país diante de Portugal, em junho, pela Eurocopa.

AE, Agência Estado

28 de agosto de 2012 | 11h05

O Comitê de Apelação da Uefa manteve a decisão inicial do Comitê de Controle e Disciplina da entidade, que em 18 de junho aplicou a pena de um jogo e multou o atleta em 100 mil euros pela exibição de um patrocinador não oficial, exposto na sua cueca quando ele comemorou um gol diante dos portugueses.

As regras da Uefa para torneios, incluindo a Eurocopa, proíbem a exibição de qualquer patrocinador pelos jogadores. E, ao festejar o seu gol na derrota por 3 a 2 para Portugal, em Lviv, na Ucrânia, ele levantou a sua camisa e exibiu na parte superior de sua cueca o nome de uma empresa de apostas.

Logo após a Uefa ratificar a suspensão nesta terça, o técnico Morten Olsen convocou a seleção dinamarquesa para o confronto do próximo dia 8 de setembro, contra a República Checa, em Copenhague, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. Como terá de cumprir suspensão neste duelo, Bendtner ficou fora da lista de convocados.

Sem poder contar com o atacante do Arsenal, Olsen trouxe Nicklas Helenius, do Aalborg, como novidade em meio aos atacantes chamados para o duelo diante dos checos. Os outros chamados para o ataque foram Dennis Rommedahl (Brondby), Michael Krohn-Dehli (Celta), Nicolai Jorgensen (Copenhagen) e Tobias Mikkelsen (Greuther Fuerth).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolUefaBendtnerDinamarca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.