Uefa decide investigar acusação de suborno

A União Européia de Futebol (Uefa) decidiu nesta quarta-feira que vai abrir processo para investigar denúncias de tentativa de suborno contra dirigentes gregos. No sábado, o presidente da Federação Armênia de Futebol, Rubén Hayrapeytyan, declarou que a Grécia tinha tentado subornar seus jogadores, em partida válida pelo Grupo 6 das eliminatórias para a Eurocopa 2004. Antes da partida, disputada no dia 6 de setembro, o porta-voz daFederação armênia, Suren Bagdasarian, afirmou que os jogadores desua seleção tinham recebido ligações de anônimos oferecendo dinheiro para que facilitassem uma vitória da Grécia. Segundo Bagdasarian, na semana passada, o técnico da seleçãoSub´21 da Armênia, Karen Arutunian, recebeu uma ligação de um antigojogador armênio, Ervand Sukiasain, que agora reside na Grécia, naqual garantia falar em nome do presidente da federação grega defutebol. Nessa conversa, Sukiasain estaria disposto a ofereceraproximadamente um milhão de dólares em troca de uma derrota daArmênia. Na partida, disputada no Estádio Republika da capitalarmênia, a Grécia deu um passo decisivo para garantir sua presençana Eurocopa de seleções, ao ganhar por 1 a 0 e assumir a liderança dogrupo com 15 pontos, à frente da Espanha, que tem 11, mas com umjogo a menos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.