Loic Venance/AFP
Loic Venance/AFP

Uefa decreta 1 minuto de silêncio nas partidas por morte de Sala

Equipes entram em campo esta semana pela Liga dos Campeões e pela Liga Europa

Redação, Estadão Conteúdo

12 de fevereiro de 2019 | 09h32

A Uefa decretou um minuto de silêncio nas partidas que serão disputadas nesta semana pela Liga dos Campeões e pela Liga Europa em respeito à morte do atacante argentino Emiliano Sala.

Os clubes que vão entrar em campo pelo torneio continental também podem optar por usar braçadeiras pretas como uma homenagem a Sala, de 28 anos, que morreu em um acidente de avião no Canal da Mancha no mês passado e passou a maior parte da sua carreira profissional no futebol da França.

"Eu gostaria de expressar as minhas mais sinceras condolências à família e aos entes queridos de Emiliano", disse o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin. O dirigente também instou a "todos os torcedores no continente a prestar homenagem à sua memória nos próximos dias".

O atacante argentino estava em um avião monomotor voando de Nantes, na França, para Cardiff, onde iria assinar com o Cardiff City, equipe que atua na primeira divisão do futebol da Inglaterra.

O corpo de Sala foi recuperado dos destroços na quinta-feira da semana passada, sendo identificado na sequência pelas autoridades, o que confirmou a sua morte, mas o piloto David Ibbotson não foi encontrado.

A morte de Sala foi provocada por lesões no tronco e na cabeça, sofridas na queda do avião. A autópsia realizada no corpo do jogador comprovou as causas do falecimento, que foram reveladas na última segunda-feira pelo médico legista responsável pelo caso.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.