Uefa diminui suspensão de Maicon por confusão em jogo

A comissão disciplinar da Uefa decidiu nesta quarta-feira diminuir a suspensão do lateral brasileiro Maicon, de seis para três jogos, após se reunir em Nyon (Suíça) para julgar os recursos apresentados por Valencia e Inter de Milão contra as punições impostas a jogadores que participaram de uma briga no final de uma partida entre as duas equipes na Liga dos Campeões.O brasileiro defende a equipe italiana, que também conseguiu diminuir a punição do zagueiro colombiano Córdoba, de três para dois confrontos. No entanto, o abrandamento das suspensões está condicionado ao bom comportamento dos jogadores.Por outro lado, a suspensão do argentino Nicolás Burdisso, que é de seis confrontos, pode aumentar para oito caso ele se envolva em novas confusões nos próximos dois anos. Além disso, foi confirmada a suspensão de duas partidas do atacante argentino Julio Cruz.Após a divulgação da decisão da Comissão de Apelação da Uefa, o presidente da Inter, Massimo Moratti, afirmou que houve "uma melhora em comparação à punição inicial". "Existiu uma melhora em relação à pancada inicial, sempre bastante importante. Agora, nós, e também os jogadores, devemos estar muito atentos para não cair nas eventuais penalizações que estão condicionadas", declarou Moratti.O presidente da Inter de Milão confessou não estar satisfeito com a nova decisão da Uefa: "Sempre se espera algo mais. Houve uma sentença que é inútil discutir. Acho que, na Liga dos Campeões, estarão outros jogadores que terão outro modo de jogar". Moratti também deixou entrever que sua equipe não apresentará recurso contra as punições desta quarta: "Não, não acho que vamos fazer isto. As sentenças foram emitidas e agora é inútil comentá-las positiva ou negativamente", concluiu.Espanhóis também são beneficiadosA Uefa também diminuiu de sete para seis meses a suspensão do zagueiro David Navarro, do Valencia, enquanto passou de dois para quatro partidas a punição de seu companheiro de equipe Carlos Marchena. O Valencia disse hoje à agência Efe que o Comitê de Apelação atendeu o recurso apresentado pela equipe espanhola, apesar de a resolução incluir algumas punições para o caso de reincidência dos dois jogadores. Assim, caso Navarro se envolva em uma nova confusão nos próximos dois anos ele verá a sua suspensão aumentar em dois meses, enquanto Marchena receberia mais duas partidas de suspensão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.