Pierre Albouy / Reuters
Pierre Albouy / Reuters

Uefa divulga divisões da Liga das Nações com a Holanda na elite

Derrota para Irlanda leva País de Gales ao segundo escalão

Estadão Conteúdo

11 Outubro 2017 | 13h46

O término da fase de grupos das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018 levou a Uefa a divulgar nesta quarta-feira como ficarão dividas as seleções do seu continente na recém-criada Liga das Nações, torneio que começará a ser disputado em setembro de 2018.

+ Fracasso holandês passa por troca de técnicos a 'estrelismo' de novos craques

+ Fora da Copa, Robben anuncia aposentadoria da seleção da Holanda

A seleção holandesa não conseguiu alcançar o objetivo de seguir viva na briga para disputar a próxima Copa do Mundo, na última terça-feira, quando derrotou a Suécia por 2 a 0 - precisava de um triunfo por 7 a 0 para avançar à repescagem -, mas esse triunfo foi suficiente para garantir a sua vaga na elite da competição, a Liga A.

A Holanda, então, ultrapassou a seleção de País de Gales, que caiu no ranking da Uefa e ainda viu seus planos de disputar a Copa do Mundo ruírem com a derrota por 1 a 0 para a Irlanda, na última segunda-feira.

Com isso, a Liga A será disputada por Alemanha, Portugal, Bélgica, Espanha, França, Inglaterra, Suíça, Itália, Polônia, Islândia, Croácia e Holanda. As 12 seleções serão dividas em quatro grupos de três seleções, com a melhor equipe de cada chave avançando às semifinais e a pior caindo para a Liga B. As semifinais e a final estão agendadas para junho de 2019.

A Liga A será a única definida em sistema de mata-mata. Nas outras, os vencedores das chave vão assegurar o acesso, enquanto o último estará rebaixado. Além disso, o regulamento desta nova competição também prevê que quatro seleções se classifiquem diretamente para a Eurocopa de 2020, o que ocorrerá por meio de um playoff agendado para acontecer em março do mesmo ano.

A Liga B contará com Áustria, País de Gales, Rússia, Eslováquia, Suécia, Ucrânia, Irlanda, Bósnia, Irlanda do Norte, Dinamarca, República Checa e Turquia. A Liga C vai ser disputada por Hungria, Romênia, Escócia, Eslovênia, Grécia, Sérvia, Albânia, Noruega, Montenegro, Israel, Bulgária, Finlândia, Chipre, Estônia e Lituânia. A Liga D contará com Azerbaijão, Macedônia, Belarus, Geórgia, Armênia, Letônia, Ilhas Faroe, Luxemburgo, Casaquistão, Moldávia, Liechtenstein, Malta, Andorra, Kosovo, San Marino e Gibraltar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.