Andreas Gebert/Reuters
Andreas Gebert/Reuters

Uefa diz que Bayern e Sevilla vão decidir a Supercopa Europeia com torcida no estádio

Confronto entre o campeão da Liga dos Campeões e da Liga Europa será realizado no dia 24 de setembro

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2020 | 11h12

A Uefa comunicou nesta terça-feira que será liberada a presença de público no estádio para acompanhar a disputa da Supercopa Europeia entre Bayern de Munique e Sevilla. A partida está marcada para 24 de setembro, em Budapeste, na Puskàs Arena.

Na retomada dos torneios organizados pela Uefa, a Liga dos Campeões e a Liga Europa não contaram com torcedores presentes. Um cenário diferente ao que será adotado na partida entre os campeões dos dois torneios, com até 30% da capacidade do estádio, que normalmente pode receber 67.215 pessoas, podendo ser ocupada.

Inicialmente, porém, a Uefa trata a disputa do duelo entre Bayern e Sevilla como uma exceção e, principalmente, um teste. Assim, descartou permitir a presença de torcedores nos próximos compromissos da Liga das Nações, assim como nas etapas preliminares da Liga dos Campeões e da Liga Europa.

A Uefa ainda não definiu se apenas torcedores de Budapeste poderão comparecer ao jogo ou se habitantes de outras cidades e países terão presença liberada no estádio. O seu presidente, Aleksander Ceferin, destacou a importância para o futebol da participação do público.

"Embora tenha sido importante mostrar que o futebol pode seguir em tempos difíceis, sem torcida, o jogo perdeu algo de seu caráter. Esperamos aproveitar a Supercopa Europeia em Budapeste como um piloto que começará a permitir o retorno dos fãs aos nossos jogos", disse Ceferin, assegurando que todos os cuidados para evitar a propagação do coronavírus serão adotados.

"Estamos trabalhando em estreita colaboração com a Federação Húngara e seu governo deve implementar medidas para garantir a saúde de todos que forem assistir e participar do jogo. Não vamos colocar em risco a segurança das pessoas", acrescentou sobre o duelo, tradicionalmente visto como o marco do começo da temporada internacional de clubes na Europa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.