Uefa envia dirigente para vigiar racismo em Londres

Partida Tottenham x Real Madrid, nesta quarta, será monitorada por membro da entidade

AE, Agência Estado

12 de abril de 2011 | 09h53

A Uefa vai enviar um dirigente da sua comissão disciplinar para monitorar a partida do Tottenham contra o Real Madrid, na quarta-feira, válida pela Liga dos Campeões da Europa, depois de Emmanuel Adebayor dizer que os torcedores ingleses o insultaram racialmente na semana passada.

A entidade nomeou Jacques Antenen, vice-presidente da sua comissão disciplinar, como delegado do jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões, em Londres. Antenen é chefe de polícia, no cantão de Vaud, na Suíça, onde está localizada a sede da associação europeia.

Adebayor pediu para a Uefa agir depois que torcedores do Tottenham cantaram uma música ofensiva antes do jogo de ida. O atacante togolês marcou dois gols na vitória do Real Madrid por 4 a 0.

A Uefa disse que não podia investigar o incidente porque não foi relatado por seu delegado, os responsáveis pela segurança no estádio ou pela polícia. A entidade tem adotado uma política de tolerância zero em casos de discriminação nos estádios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.