Uefa libera Drogba para defender Galatasaray na Liga

Após uma contestada transferência do futebol chinês para o Galatasaray, Didier Drogba está liberado para defender o time turco na Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, a Uefa rejeitou recurso do Schalke, rival do Galatasaray nas oitavas de final, e permitiu a participação do atacante na competição europeia.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2013 | 18h01

Drogba foi liberado por decisão do painel disciplinar, reunido nesta quarta-feira, em Nyon, na Suíça. O Schalke havia entrado com recurso por causa da participação do jogador na partida de ida das oitavas, no dia 20 de fevereiro, em Istambul. O jogo ficou empatado em 1 a 1.

O time alemão contestava a turbulenta transferência do atacante para o Galatasaray, após rescindir de forma unilateral com o Shanghai Shenhua. Drogba alegou falta de pagamento para deixar o clube chinês que, por sua vez, fez uma reclamação formal à Fifa. A entidade máxima do futebol liberou o atacante de forma provisória enquanto analisa o caso.

A Uefa, por sua vez, já aprovou a participação do atleta na Liga dos Campeões. Drogba foi inscrito em 1º de fevereiro, última dia para ser integrado oficialmente ao elenco dos time que disputam a competição.

Com a rejeição do recurso do Schalke, Drogba deverá enfrentar o time alemão novamente. A partida da volta está marcada para o dia 12 de março, em Gelsenkirchen.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolUefaSchalkeGalatasarayDrogba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.