Uefa mantém Legia Varsóvia fora da Liga dos Campeões

Após rejeição de recurso da entidade, clube polonês deve entrar com ação urgente na CAS por escalação irregular de jogador

Estadão Conteúdo

14 de agosto de 2014 | 11h57

A Uefa rejeitou nesta quinta-feira o recurso do Legia Varsóvia contra a decisão que tirou o time da última fase preliminar da Liga dos Campeões da Europa por ter escalado um jogador irregular no duelo com o Celtic. Agora, o clube pode entrar com uma ação urgente na Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), aguardando uma definição antes de quarta-feira, quando o Celtic vai enfrentar o Maribor no duelo de ida dos playoffs do torneio continental.

Nesta quinta-feira, a Uefa comunicou que o seu painel de apelações manteve a decisão disciplinar de definir uma vitória por 3 a 0 sobre o Celtic, no jogo de volta da terceira fase preliminar, disputada na semana passada na Escócia. O Legia tinha vencido a partida por 2 a 0. A decisão classificou o Celtic graças ao gol marcado fora de casa, pois o Legia ganhou o duelo na Polônia por 4 a 1.

A Uefa puniu Legia o por usar Bartosz Bereszynski no final da partida em Edimburgo, quando ele ainda deveria estar cumprindo uma suspensão de três partidas porque o clube não conseguiu registrá-lo antes da segunda fase preliminar da Liga dos Campeões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.