Paul Hanna/Reuters
Paul Hanna/Reuters

Uefa nega recurso do PSG e mantém cartão amarelo dado a autor de gol contra Real

Rabiot foi punido pelo árbitro italiano Gianluca Rocchi por causa de uma falta no meia Modric

Estadão Conteúdo

21 de fevereiro de 2018 | 15h14

A Comissão de Controle, Ética e Disciplina da Uefa recusou o recurso que havia sido apresentado pelo Paris Saint-Germain com o objetivo de anular o cartão amarelo aplicado ao volante Adrien Rabiot na derrota por 3 a 1 para o Real Madrid, há uma semana, na Espanha, no duelo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

+ Poupado por Zidane, Cristiano Ronaldo fica fora de jogo do Real pelo Espanhol

O jogador foi o autor do gol da equipe francesa e abriu o placar do confronto, no qual o time madrilenho buscou a virada e abriu vantagem antes do jogo de volta do mata-mata, marcado para o próximo dia 6 de março, em Paris.

Rabiot foi punido com o cartão amarelo dado pelo árbitro italiano Gianluca Rocchi por causa de uma falta feita no meia Modric aos 24 minutos do primeiro tempo. O PSG, porém, qualificou a jogada como não merecedora da advertência ao alegar que o jogador croata sequer foi tocado pelo francês no lance.

O clube parisiense tentou anular a punição com o objetivo principal de não correr o risco de perder o atleta em um eventual confronto de quartas de final da Liga dos Campeões, já que o mesmo está pendurado e ficará suspenso de um possível duelo da fase seguinte se voltar a receber outro cartão amarelo.

A decisão da Uefa em relação a Rabiot já era esperada, pois o seu regulamento de competições só prevê a anulação de um cartão amarelo em caso de erro por parte do árbitro na identificação do jogador punido com este tipo de advertência.

Para avançar às quartas de final da Liga dos Campeões, o PSG precisa vencer o Real por pelo menos 2 a 0 no próximo dia 6. Caso conquiste este placar, o time vai se classificar por causa do maior peso dos gols marcados fora de casa para efeito de desempate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.