Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Uefa: nenhum italiano garante vaga

Os italianos estão fora da Copa da Uefa. Internazionale, Roma e Parma não conseguiram nesta quinta-feira obter resultados satisfatórios e foram eliminados nas oitavas-de-final do torneio europeu. Em compensação, os espanhóis passaram com Alavés, Barcelona e Rayo Vallecano e Celta de Vigo. Também garantiram vaga para as quartas-de-final Kaiserslautern, Liverpool, PSV e Porto.O Parma foi o primeiro time da Itália a ver frustrada sua estratégia de reação. A equipe dos brasileiros Júnior e Amoroso havia perdido para o PSV por 2 a 1, em Eindhoven, e precisava ganhar só de 1 a 0. Venceu por 3 a 2, o saldo ficou igual, mas o Parma foi eliminado no critério de gols marcados fora de casa. O PSV chegou a estar vencendo por 2 a 0, gols de Rommerdahl e Kezmann, mas os italianos viraram inutilmente com Milosevic (2) e Montano.A Roma também venceu e não levou. A equipe mais brasileira da Itália (tem Cafu, Aldair, Antonio Carlos, Émerson e Marcos Assunção) foi à Inglaterra e ganhou do Liverpool por 1 a 0. Mas caiu pela diferença de gols, pois havia perdido por 2 a 0, na semana passada, no Estádio Olímpico. O uruguaio Giugou fez o gol italiano, enquanto Michael Owens perdeu um pênalti.O vexame maior foi da Internazionale. A equipe milanesa recebeu o Alavés com a possibilidade de empatar até por 2 a 2 e se classificar, porque havia ficado no 3 a 3 na Espanha, na quinta-feira passada. Jordi Cruyff e Tomic marcaram para o Alavés e provocaram revolta dos torcedores no Giuseppe Meazza. Houve tentativa de agressão contra jogadores e comissão técnica da Inter. O treinador Marco Tardelli, que substituiu Marcello Lippi no final do ano, está ameaçado de demissão.O Barcelona teve classificação tranqüila. Os catalães haviam vencido o AEK por 1 a 0 em Atenas e foram mais rigorosos no Camp Nou: golearam por 5 a 0. Luis Enrique foi o destaque da partida, ao marcar três gols - aos 22 e aos 31 minutos do primeiro tempo e aos 15 da fase final. Rivaldo fez o terceiro, aos 12 da segunda etapa e Gerard López aos 42.O Rayo Vallecano deu outro passeio no Bordeaux. No primeiro duelo, os espanhóis haviam vencido por 4 a 1, em casa, e voltaram a ganhar como visitantes, só que por 2 a 1. Cembranos, aos 20 minutos, abiru o placar em favor do Rayo, mas Mingo, contra, empatou aos 24. Bolo marcou o segundo aos 5 minutos da segunda etapa. O goleiro Ramé, do Bordeaux, foi expulso logo aos 18 minutos. Roux entrou para levar o gol de Cembranos logo em seguida. O Celta de Vigo, do brasileiro Vágner, derrotou o Stuttgart, do compatriota Adhemar, por 2 a 1 e se classificou. No jogo de ida as equipes empataram em 0 a 0.O Nantes bem que tentou, ganhou do Porto por 2 a 1, mas está fora de combate, assim como Parma e Roma. A equipe francesa se prejudicou por causa da derrota de 3 a 1, no dia 15. O brasileiro Pena marcou para os portugueses aos 35 minutos, mas Vahirua e Armand viraram.O Kaiserslautern se classificou ao fazer 1 a 0 no Slavia Praga, gol de Lokvenc, aos 14 minutos do segundo tempo. Na primeira partida, as duas equipes empataram por 0 a 0 na República Checa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.