Uefa pede cartão vermelho para entradas com o pé no alto

Entidade pretende ser mais dura com a violência e instrui árbitros que apitam torneios europeus

08 de fevereiro de 2008 | 13h14

Os juízes deverão punir com cartão vermelho as entradas com o pé alto e as agressões entre jogadores, informou a Uefa durante um seminário realizado em Chipre com árbitros que participam da Liga dos Campeões e da Copa da Uefa.  Segundo informação dada nesta sexta-feira pela Uefa, a principal mensagem dirigida aos árbitros presentes no seminário foi a de respeito e proteção, já que têm o dever de proteger os jogadores e de impor o fair play, além de cuidar da imagem do esporte diante de possíveis enfrentamentos entre jogadores. A Uefa, que também pediu aos quartos árbitros que controlem o comportamento dos jogadores no túnel de vestiários ao deixarem o campo no intervalo e no final da partida, entende que é "primordial manter o respeito, o que obriga os árbitros a não vacilarem na hora de punir os jogadores que tentem minar sua autoridade". O seminário de Limassol permitiu que os 52 árbitros presentes analisassem o que aconteceu até agora nas partidas da atual temporada, especialmente os lances polêmicos da fase de grupos da Liga dos Campeões nos quais houve perigo para a integridade dos jogadores, sobretudo nas entradas em que jogadores levantaram o pé. "Segundo as regras do jogo a única punição possível é o cartão vermelho por ser uma jogada perigosa que pode causar uma lesão no rival", disse o chefe da unidade de arbitragem da Uefa, Yvan Cornu.

Tudo o que sabemos sobre:
Uefa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.