Uefa pede rigor aos árbitros da Eurocopa

Entidade do futebol europeu quer evitar confusões que possam incitar a violência fora de campo

EFE

17 de abril de 2008 | 15h27

A Uefa orientou os 12 árbitros da Eurocopa a serem rigorosos com as jogadas violentas durante a competição que será realizada na Áustria e na Suíça entre os dias 7 e 29 de junho.Os árbitros e assistentes participaram de um seminário na cidade suíça de Regensdorf organizado pela Comissão de Arbitragem da Uefa para unificar os critérios durante a competição européia.Entre as orientações, estão a punição com cartão vermelho para cotoveladas e a advertência com o amarelo para jogadores que se envolverem em brigas no campo. Também serão combatidas as reações exageradas de jogadores que discordem das decisões dos árbitros. Quem protestar com palavras ou gestos será punido com rigor.Os agarrões dentro da área durante a cobrança de escanteios ou faltas também serão passíveis de punição. Além disso, quem simular faltas ou pênalti levará um cartão amarelo. Os treinadores não poderão, de forma alguma, abandonar a área técnica. A Uefa os proibiu de criticar a arbitragem.

Tudo o que sabemos sobre:
Eurocopa 2008Uefa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.