Hans Punz/AP
Hans Punz/AP

Uefa permite retorno do Shakhtar a Kharkiv após lei marcial na Ucrânia acabar

Primeiro jogo em casa será contra o Eintracht Frankfurt pela fase eliminatória da Liga Europa

Redação, Estadão Conteúdo

14 de janeiro de 2019 | 12h37

O Shakhtar Donetsk, tradicional clube da Ucrânia, poderá atuar novamente em sua base nos torneios promovidos pela Uefa. Nesta segunda-feira, com o fim da lei marcial no país, a entidade que comanda o futebol na Europa autorizou os jogos do time em Kharkiv, sede usada desde 2014, quando separatistas russos assumiram o controle da cidade de Donetsk, na região da Crimeia, e forçaram a mudança.

Motivo de polêmicas e transtornos no futebol ucraniano no final do ano passado, a lei marcial vigorou por um mês, até o último dia de 2018, depois de um incidente naval com a Rússia em 25 de novembro. Para o Shakhtar Donetsk, o caso provocou a mudança de local do jogo contra o Lyon, em dezembro, pela Liga dos Campeões da Europa, de Kharkiv para a capital Kiev.

Sem a lei marcial, a Uefa confirmou que a partida do Shakhtar Donetsk contra o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, pela rodada de ida da fase eliminatória da Liga Europa, no dia 14 de fevereiro, será realizada em Kharkiv.

Além do time de Donetsk, outro prejudicado foi o Vorskla Poltava, que teve de enfrentar o Arsenal, da Inglaterra, pela quinta rodada da fase de grupos da Liga Europa, em Kiev.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.