Uefa pune clube sérvio por manifestação antissemita

Uefa pune clube sérvio por manifestação antissemita

Em da Liga Europa, torcida do Partizan ergueu faixa em provocação ao Tottenham; além disso, torcedores também invadiram gramado

Estadão Conteúdo

06 de outubro de 2014 | 12h21

A Uefa puniu nesta segunda-feira o Partizan, da Sérvia, por manifestações antissemitas contra torcedores do Tottenham durante partida disputada em Belgrado, válida pela Liga Europa, no dia 18 de setembro.

O clube sérvio foi punido também por causa da invasão de alguns torcedores ao gramado. Eles arremessaram fogos de artifício no campo e apontaram laser contra o rosto de jogadores da equipe inglesa.

Como punição por estas infrações, o Partizan terá que fechar parte da arquibancada do seu estádio no jogo contra o Besiktas, no dia 23. Além disso, a Uefa aplicou multa de 40 mil euros (cerca de R$ 123 mil).

Durante o jogo contra o Tottenham, torcedores sérvios exibiram grande faixa com a mensagem "Só Judeus e Gays", numa paródia ao programa humorístico da TV britânica ("Só Bobos e Cavalos") - o time inglês é conhecido por ser predominante entre torcedores de bairros com as maiores comunidades de judeus em Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.