Uefa reduz pena de Felipão por agredir zagueiro da Sérvia

Técnico brasileiro poderá voltar ao banco de reservas na última partida das Eliminatórias da Euro

Agências internacionais,

04 de outubro de 2007 | 10h42

A Uefa reduziu nesta quinta-feira a pena imposta ao técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari. Ao invés de ficar de fora dos quatro últimos jogos de Portugal nas Eliminatórias da Euro, Felipão ficará suspenso por dois meses e poderá comandar a equipe na última partida, contra a Finlândia.   Felipão havia sido suspenso pela Uefa for tentar dar um soco no rosto do zagueiro sérvio Ivica Dragutinovic, ao final do jogo em que os portugueses empataram com a Sérvia por 1 a 1, no dia 12 de setembro, em Lisboa.   Como foi suspenso em 20 de setembro, a pena de Felipão vence no dia 20 de novembro, um dia antes do confronto contra os finlandeses.   O treinador, que pediu desculpas pelo ato, ficará de fora dos duelos contra Azerbaijão, Casaquistão e Armênia.

Tudo o que sabemos sobre:
FelipãoUefa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.