Uefa retira Metalist Kharkiv da Liga dos Campeões

A Uefa anunciou nesta quarta-feira a exclusão do Metalist Kharkiv da Liga dos Campeões da Europa por sua ligação com um escândalo de manipulação de resultados na Ucrânia. O clube, porém, ainda pode recorrer contra o veredicto da entidade com uma apelação urgente na Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês).

AE-AP, Agência Estado

14 de agosto de 2013 | 09h17

O clube ucraniano estava programado para enfrentar o Schalke, em Gelsenkirchen, na próxima quarta-feira, no jogo de ida da última fase preliminar da Liga dos Campeões, depois de eliminar o PAOK com um placar agregado de 3 a 1 na semana passada.

Agora, a Uefa deve decidir se coloca o PAOK, que iria disputar a fase preliminar da Liga Europa, para enfrentar o Schalke ou se classifica automaticamente o clube alemão para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Com a indefinição, a Uefa comunicou que uma comissão de emergência, composta por cinco membros do seu comitê executivo, vai se reunir para analisar as consequências desta decisão para a disputa da Liga dos Campeões.

A Uefa entrou no caso do Metalist após o seu diretor esportivo, Yevhen Krasnikov, ter uma suspensão de cinco anos, imposta pela Federação de Futebol da Ucrânia, confirmada pela CAS. Krasnikov supostamente ajudou a manipular o resultado de um jogo do Campeonato Ucraniano, em 2008, contra o Karpaty Lviv.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.