Uefa suspende clube da Macedônia por oito anos

A Uefa suspendeu nesta sexta-feira o FK Pobeda, clube da Macedônia, por oito anos por considerar que o presidente e um dos jogadores da equipe manipulou o resultado de uma partida da Liga dos Campeões há cinco anos. O presidente Aleksandar Zabrcanec e o capitão Nikolce Zdravevski foram banidos do futebol europeu.

AE, Agencia Estado

17 de abril de 2009 | 17h22

O comitês disciplinar da Uefa anunciou a decisão após sete horas de debate. A decisão foi tomada um mês depois de Michel Platini, presidente da entidade europeia, afirmar que a manipulação de resultados e as apostas ilegais são os principais problemas do futebol do Velho Continente.

"Esta punição envia um claro e forte sinal de que a Uefa não vai tolerar nenhuma atividade fraudulenta que possa influenciar no resultado das partidas", afirmou Platini. Agora, a entidade europeia vai pedir para a Fifa banir Zabrcanec e Zdravevski do futebol mundial.

"As partes vão receber os motivos que levaram ao veredicto em um documento e têm três dias para recorrerem da decisão", explica a Uefa em nota oficial. O processo remete a derrota do FK Pobeda por 3 a 1 para o FC Pyunik por 3 a 1, no dia 13 de julho de 2004. A entidade acredita que o time da Macedônia perdeu o jogo deliberadamente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolUefaFK Pobedamanipulação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.