Uefa suspende Drogba e Bosingwa por insultos a árbitro

O atacante marfinense Didier Drogba e o lateral-direito português José Bosingwa foram suspensos nesta quarta-feira pela Uefa por causa dos insultos dirigidos ao árbitro norueguês Tom Henning Ovrebo, que apitou a segunda partida entre Chelsea e Barcelona, pelas semifinais da Liga dos Campeões.

AE-AP, Agencia Estado

17 de junho de 2009 | 15h16

Os jogadores do Chelsea reclamaram da não-marcação de alguns pênaltis durante o jogo, disputado em 6 de maio. Após o término da partida com o Barcelona, Drogba correu em direção ao árbitro norueguês com o dedo erguido e teve de ser contido por seguranças e pelo técnico Guus Hiddink, enquanto proferia palavrões, filmado por uma câmera de TV. Já Bosingwa comparou Ovrebo com um ladrão em uma entrevista depois do jogo.

Por causa dos insultos, Drogba acabou suspenso em quatro jogos, enquanto Bosingwa pegou três partidas de suspensão em competições europeias. A Uefa ainda deixou penas de duas partidas para Drogba e uma para Bosingwa em suspenso. O atacante marfinense só terá de cumprir a suspensão caso cometa um novo problema disciplinar nos próximos dois anos e Bosingwa cumpre o quarto jogo de punição apenas se tiver outro problema de conduta na próximo temporada.

O Comitê Disciplinar da Uefa também multou o clube inglês em 100 mil euros (cerca de R$ 276 mil) por causa da conduta inadequada dos jogadores na partida que terminou em 1 a 1, e classificou o Barcelona para a final da competição. O Chelsea tem três dias para apelar da sentença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.