Uefa vai investigar Chelsea e CSKA

O milionário russo Roman Abramovich foi o destaque do sorteio da fase final da Liga dos Campeões, ocorrido nesta quinta-feira, em Mônaco. Seu clube, o Chelsea, caiu no grupo H, o mesmo do CSKA de Moscou ? de Vágner Love ?, que é patrocinado pela Sibneft, empresa em que o russo é um dos principais acionistas. A Uefa está investigando. ?Ninguém pode ter mais de 51% de participação em dois clubes. Vamos investigar. Se isso for confirmado, apenas um poderá participar da competição?, declarou William Gaillard, diretor de comunicação da entidade. Os dirigentes europeus querem saber até onde vai a influência (e participação acionária) do presidente do Chelsea no CSKA. Afinal, Roman Abramovich já foi dono da Sibneft, quinta maior empresa petrolífera da Rússia e patrocinadora do time - em março, foi assinado o contrato de US$ 54 milhões por três temporadas. As suspeitas aumentam pelo fato de Abramovich ser amigo próximo de Yevgeny Giner, presidente do CSKA, e ser figura costumeira no camarote vip do time russo em Moscou. Em nota oficial divulgada pelo sua página na Internet, o Chelsea procura informar: ?O sr. Roman Abramovich é o dono do Chelsea, enquanto a Sibneft é apenas a patrocinadora da camisa do CSKA. A situação é clara e a investigação desnecessária.? Além de Chelsea e CSKA, Porto e Paris Saint Germain completam o grupo H da Liga dos Campeões. A primeira rodada será no dia 14 de setembro, com o Porto, de Diego, recebendo o CSKA, de Love, enquanto o Chelsea vai a Paris enfrentar o PSG.

Agencia Estado,

26 Agosto 2004 | 19h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.