Uefa vai investigar Lazio por racismo

A Uefa iniciou na sexta-feira procedimentos disciplinares contra a Lazio por causa da "conduta inadequada de torcedores do clube" no empate contra o Totteham Hotspur pela Liga Europa.

Reuters

21 de setembro de 2012 | 17h32

A imprensa noticiou que os jogadores Jermain Defoe, Aaron Lennon e Andros Townsend, do time inglês, foram alvo de torcedores que imitavam macacos no jogo da quinta-feira. O técnico André Villas-Boas disse não ter ouvido nada.

A Uefa, entidade que dirige o futebol europeu, disse que seu órgão de controle e disciplina vai analisar o caso em 18 de outubro.

A partida aconteceu no estádio de White Hart Lane, diante do presidente da Uefa, Michel Platini. Há algum tempo a Lazio enfrenta a presença de elementos de ultradireita na sua torcida organizada.

Em outro incidente, o Chelsea notificou a polícia por causa de ofensas dirigidas ao meio-campista John Obi Mikel pelo Twitter depois do empate em 2 x 2 contra a Juventus pela Liga dos Campeões, na quarta-feira. Durante o jogo, o nigeriano havia cometido uma falha que permitiu o empate do time italiano.

(Reportagem de Martyn Herman)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTLAZIORACISMO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.