Ulbra demite técnico e gerente de futebol assume o time

Após 3 derrotas seguidas na Série C, Paulo Henrique Marques assume função de treinador de equipe gaúcha

02 de outubro de 2007 | 17h50

Após três derrotas seguidas, a última para o Bragantino, fora de casa, por 2 a 0, a Ulbra-RS, terceira colocada do Grupo 28, com seis pontos, demitiu o técnico Paulo Porto.  Mas o time não ficará sem técnico. Nesta terça-feira, o gerente de futebol do clube, Paulo Henrique Marques, foi efetivado no cargo. O técnico dos juvenis, Beto Campos, será o seu auxiliar técnico. Os gaúchos definem a classificação no próximo domingo, contra o América-RJ, em Canoas. Para chegar à fase final do Campeonato Brasileiro da Série C, a Ulbra precisa vencer os cariocas e torcer para que o Bragantino não passe pelo Crac, em Catalão. Mais clubes O técnico do ABC-RN, Ferdinando Teixeira, ainda não definiu os substitutos do zagueiro Ben-Hur e do lateral-direito Nêgo, suspensos, para o confronto desta quarta-feira, contra o Bahia, em Natal.  Do lado do Bahia, o desfalque fica por conta do atacante Nonato, artilheiro isolado da Série C, com 14 gols. Ele foi expulso no último domingo, na derrota para o Rio Branco-AC, fora de casa, por 3 a 2.  O Villa Nova-MG vai entrar com um pedido na CBF contra a arbitragem do paulista Rogério Pereira Pires, que, segundo o clube mineiro, teria tido uma má atuação no último domingo, quando o Villa bateu o Esportivo-RS, por 1 a 0, em Nova Lima-MG. O presidente João Bosco Pessoa vai levar um DVD editado com os lances jogo à CBF, em sua ida ao Rio de Janeiro, programada ainda para esta semana.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série C

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.