Uli Stielike volta a comandar a seleção da Costa do Marfim

Treinador havia deixado a seleção para cuidar de seu filho, que faleceu durante a Copa das Nações

EFE

07 de março de 2008 | 16h03

O técnico alemão Uli Stielike voltará a treinar a seleção da Costa do Marfim, cargo que deixou há alguns meses por causa da doença de seu filho, que morreu em fevereiro.Segundo matéria do jornal alemão Express, o técnico chegou a um acordo sobre o assunto com o chefe da federação marfinense, Jacques Anouma, e assumirá o cargo pelo menos até meados de abril. Anouma acredita que a presença de Stielike, que treinou a seleção marfinense durante 15 meses, impulsionará esta equipe para o jogo contra a Tunísia, no dia 26 de março.Stielike abriu mão deste cargo no início do ano para seguir para a Alemanha e ficar junto de seu filho Michael, de 23 anos. Michael Stielike foi colocado em coma artificial no começo do ano após a piora de sua saúde, após dois anos de doença e à espera da realização de um transplante de pulmão. O filho do técnico morreu na noite do dia primeiro de fevereiro em Hannover.

Tudo o que sabemos sobre:
Costa do Marfim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.