Um ano após ser contratado, David Moyes é demitido pela Real Sociedad

Durou um ano a passagem de David Moyes pelo comando da Real Sociedad. Beirando a zona de rebaixamento do Campeonato Espanhol e com quatro derrotas nos últimos cinco jogos, a diretoria do clube basco optou pela demissão do treinador escocês, que havia sido contratado exatamente em novembro do ano passado.

Estadão Conteúdo

09 Novembro 2015 | 16h45

Após 11 rodadas, a Real Sociedad é apenas a 16.ª colocada, com nove pontos, mesma pontuação do primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Até aqui, o time só venceu dois jogos no Espanhol, ambos fora de casa. A paciência da diretoria acabou no fim de semana, quando o time perdeu por 2 a 0 do Las Palmas, nas Ilhas Canárias.

Na Espanha, Moyes fracassou em reabilitar sua carreira depois da fraca passagem no comando do Manchester na temporada retrasada. Contratado para substituir o lendário Alex Ferguson, Moyes teve desempenho aquém do esperado. Perdeu 15 jogos, empatou nove e venceu 27 nas 51 partidas em que liderou o clube de Old Trafford.

Sob o seu comando, o time não passou do 7º lugar do Campeonato Inglês e não conseguiu se classificar para a Liga dos Campeões - foi a primeira vez desde 1995 que o tradicional clube de Manchester não obteve a vaga na competição europeia. Moyes acabou sendo demitido antes mesmo do fim da temporada, em abril do ano passado, após 10 meses à frente do time.

Na Real Sociedad, não fez melhor. Sob seu comando durante mais de dois terços da temporada, a equipe não passou de um modesto 12.º lugar no Espanhol - havia assumido o time em 15.º. Não chegou a levar a equipe de San Sebastian à briga por uma vaga na Liga Europa e também não foi longe na Copa do Rei, caindo nas oitavas de final.

Mais conteúdo sobre:
futebol Real Sociedad Campeonato Espanhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.