Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Um dia após ser apresentado, Griezmann faz seu primeiro treino no Barcelona

Além do atacante, também participaram da atividade o meia holandês Frenkie de Jong e o goleiro brasileiro Neto, que foram contratados recentemente

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2019 | 14h17

Um dia após ser oficialmente apresentado pelo Barcelona, o atacante Antoine Griezmann fez nesta segunda-feira o seu primeiro treino pelo time catalão. A atividade marcou o início da pré-temporada do clube e também contou com as presenças do meia holandês Frenkie de Jong, recém-contratado junto ao Ajax, e do goleiro brasileiro Neto, que trocou o Valencia pelo rival espanhol.

Um dos principais destaques na campanha da seleção francesa rumo ao título da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, Griezmann começa a sua trajetória no Barça depois de ter se tornado um grande ídolo do rival Atlético de Madrid.

Oficializado como reforço na sexta-feira, o astro de 28 anos se vê no meio de um conflito entre os dois clubes neste seus primeiros dias como jogador do time catalão. Ele tinha um contrato com o Atlético que vigorava até 2023, sendo que o compromisso continha um cláusula de 200 milhões de euros (R$ 841 milhões) em caso de quebra de acordo. Após 1º de julho, o valor cairia automaticamente para 120 milhões de euros (R$ 505 milhões), valor pago pelos catalães. Os madrilenhos, porém, alegam que o Barcelona já havia acertado a transferência antes desta data, afirmando que levarão o caso à Fifa com a acusação de aliciamento ao jogador.

O Barcelona confirmou que o treinamento desta segunda-feira contou com "todos os jogadores à disposição" e exibiu em seu site oficial fotos de um sorridente Griezmann ao lado dos novos reforços do clube no campo da Cidade Desportiva Joan Gamper, um dos seus centros de treinamento.

O Barça também anunciou que, antes deste treinamento, o goleiro Ter Stegen e o atacante Ousmane Dembélé receberam alta médica após se recuperaram das lesões que sofreram no final da temporada 2018/2019 do futebol europeu. O jogador alemão vinha reclamando de dores no seu joelho direito, enquanto o francês superou um problema no bíceps femoral da coxa direita.

Ainda não foram incorporados ao grupo do Barcelona os jogadores sul-americanos que defenderam as suas respectivas seleções na última Copa América: o argentino Lionel Messi, o uruguaio Luis Suárez, o chileno Arturo Vidal e os brasileiros Philippe Coutinho e Arthur.

No próximo sábado, o elenco do Barcelona viajará até o Japão, onde fará amistosos contra o Chelsea, no dia 23 de julho, e contra o Vissel Kobe, de Andrés Iniesta, no dia 27.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.