cdn.blogosfere.it
cdn.blogosfere.it

Um dos grandes jogadores da Argélia, Madjer assume comando da seleção

Esta será a terceira passagem do craque argelino pelo time nacional

Estadão Conteúdo

18 Outubro 2017 | 18h02

A Argélia está de técnico novo. Em comunicado feito nesta quarta-feira, em seu site oficial, a Federação Argelina de Futebol (FAF, na sigla em francês) informou que o ex-jogador Rabah Madjer, de 58 anos, é o novo comandante da seleção do país do norte da África.

+ Após ficar fora da Copa da Rússia, Hungria demite Bernd Storck

Esta será a terceira passagem do argelino como treinador da seleção. Rabah Madjer já esteve à frente da equipe nacional em 1993, 1999 e 2001. Dentro dos gramados é considerado um dos principais jogadores da história da Argélia, pois foi fundamental na classificação do país para a Copa do Mundo de 1982, na Espanha, que marcou a estreia do país em Mundiais.

Além disso, o ex-atacante também esteve presente na Copa do Mundo de 1986, no México. Por clubes, teve destaque jogando pelo Porto, de Portugal, sendo campeão da Copa dos Campeões (hoje Liga dos Campeões) na temporada 1986/1987.

Agora, como técnico, chega para substituir o espanhol Lucas Alcaraz, demitido no último dia 11 após ficar somente seis meses no cargo. Um dos motivos para sua queda foi a péssima campanha nas Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Faltando apenas uma rodada para o fim da competição, os argelinos estão na lanterna do Grupo B, com apenas um ponto somado, e já sem chances de classificação.

O desempenho frustrou dirigentes e torcedores, já que na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, os africanos foram eliminados na prorrogação das oitavas de final pela Alemanha. A partida, em Porto Alegre, foi emocionante e terminou 2 a 1 para os europeus.

O primeiro compromisso oficial de Rabah Madjer à frente dos seus comandados vai ser no dia 10 de novembro diante da Nigéria, já garantida no Mundial da Rússia. O jogo será válido pela sexta e última rodada das Eliminatórias da África.

Mais conteúdo sobre:
Copa do Mundo Rússia 2018 [futebol]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.