Um Fla-Flu diferente em Volta Redonda

Flamengo e Fluminense fazem hoje, às 16 horas, no Estádio da Cidadania, em Volta Redonda, um dos mais tradicionais clássicos do futebol brasileiro e o destaque é o fato de o Tricolor estar muito bem colocado e o Rubro-Negro ocupar posição intermediária na tabela de classificação, algo raro nos últimos anos. Por precisar disputar a partida decisiva pela semifinal da Copa do Brasil, contra o Ceará, na quarta-feira, o técnico Abel Braga, do Fluminense, optou por escalar um time misto. Já o do Flamengo, Celso Roth, promoverá a estréia de Leonardo, na ala direita.Apesar de querer poupar alguns jogadores, o técnico do Fluminense foi surpreendido pela pressão contrária feita pelos atletas titulares, que não aceitam deixar o time.Mesmo assim, Abel Braga endureceu o discurso e se manteve firme em seu objetivo. Vai escalar um time misto, mas não revelou os nomes que serão preservados. "Perco um jogador nesse jogo por contusão e a coisa pode se complicar. Eu vou tirar essa intenção de jogar da cabeça dos jogadores. Vai entrar em campo quem eu quero", declarou. Capitão do Fluminense, Marcão saiu em defesa do técnico. "Ele sabe o que faz. E quer o melhor para nós. É importante pensar nisso também", disse o volante, enfatizando que a partida contra o Ceará será a mais importante para o time neste ano, pois a vitória levará o Fluminense para as finais da Copa do Brasil.Os jogadores entendem a posição do treinador, mas, se depender da opinião deles, a resposta é óbvia. "Quero jogar. Ninguém quer ficar fora de um clássico contra o Flamengo, mesmo que não seja no Maracanã", disse o goleiro Kléber.Mas, se o Fluminense faz suspense quanto à escalação para o clássico de hoje, no Flamengo o técnico Celso Roth afirmou não estar incomodado com a atitude do adversário: "O Fluminense tem de saber o que vai fazer. Isso não é problema do Flamengo. Não vou dar opinião sobre isso", declarou o técnico rubro-negro, convicto de que o rival é forte, mesmo se escalar um time misto. "Eles não vão mudar a forma de jogar."Na opinião de Celso Roth, o Flamengo precisa primeiro pensar em si para depois falar sobre o adversário. "Temos de nos preparar bem, independentemente de quem vai entrar no time do Fluminense. O Flamengo vai buscar o tempo todo fazer um jogo com muita atenção e equilíbrio", avisou.O treinador destacou ainda que o importante nesse clássico será obter uma vitória, já que o Flamengo pularia para dez pontos na tabela de classificação, dois a menos que o Fluminense.A expectativa no Flamengo é pela estréia de Leonardo. O atleta foi revelado pela equipe da Gávea e, quando era juvenil, aos 17 anos, foi vendido para o Olympique de Marselha.Aos 19 anos, Leonardo está de volta ao clube, onde pela primeira vez vai disputar uma partida como profissional. Ele não esconde a ansiedade diante de uma estréia como essa, justo no Fla-Flu, o maior clássico do futebol carioca: "Estou com um frio na barriga, mas isso é algo bom, já estou acostumado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.