Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Rodrigo Coca / Agência Corinthians

'Um grande sonho', diz Tiago Nunes sobre possível título inédito pelo Corinthians

Treinador elogia elenco corintiano e também jogadores do Mirassol; Andrés Sánchez provoca adversários na internet

Cristiano Martins, especial para o Estado, Estadao Conteudo

02 de agosto de 2020 | 20h45

Mesmo com os troféus da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil na prateleira, o técnico Tiago Nunes projeta o possível título paulista pelo Corinthians como algo único e especial na carreira. Ainda mais tendo a chance de se tornar o responsável por um tetracampeonato inédito na competição.

"É um grande sonho, um momento especial, mesmo já tendo outras conquistas anteriores de competições nacionais e internacionais, além de estaduais em outros lugares. Participar de uma final pelo Corinthians em um momento tão importante é algo diferente. Vamos tentar desfrutar desse momento único", disse o treinador após a vitória por 1 a 0 sobre o Mirassol pela semifinal do Paulistão.

A equipe de Nunes chegou a flertar com a eliminação, mas venceu as duas últimas partidas da fase de grupos e conseguiu avançar no torneio. Nas quartas de final, se classificou com autoridade sobre o Red Bull Bragantino, dono da melhor campanha. Com o triunfo diante do Mirassol, chegou a 100% de aproveitamento sem sofrer gols após a pausa forçada pela pandemia.

"O sentimento é de fé, crença e de muito trabalho e confiança no que a gente vinha desenvolvendo. Repeti inúmeras vezes que uma equipe se constrói com tempo, com repetição, com muitos jogos e enfrentando diferentes contextos. As coisas foram se encaixando após a parada, e os jogadores tiveram a competência de colocar em prática aquilo que vínhamos planejando. Resultado casado com atuações consistentes", avaliou Tiago Nunes.

O treinador fez questão de elogiar a postura e o rendimento da equipe adversária. Cabe lembrar que o Mirassol perdeu oito titulares durante a quarentena e conseguiu eliminar o São Paulo na fase anterior com a nova formação cheia de garotos da base.

"Um jogo equilibrado, tendo em vista que enfrentamos um adversário muito bem organizado defensivamente. Uma equipe que já havia dado mostras de que tem qualidade tática e jogadores com bom potencial técnico. Não é à toa que chegaram até esse momento", avaliou o técnico corintiano.

ANDRÉS SÁNCHEZ

Assim como havia acontecido após as classificações na fase de grupos e nas quartas de final, o presidente corintiano Andrés Sanchez foi às redes sociais e comemorou a vaga na decisão em tom de provocação aos rivais.

"Mais uma vez Corinthians na final. Vai ter gente com dificuldade de explicar por aí amanhã. Um dia vão entender que o Corinthians não se explica, se sente. Parabéns pro time, pra comissão e pra quem acreditou", publicou o dirigente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.