Uma despedida digna para Zizinho

Thomaz Soares da Silva, o Zizinho, de 80 anos, recebeu um sepultamento digno de seus dribles e da maestria que teceu pelo futebol, nesta sexta-feira, no Cemitério de Maruí, no Barreto, em Niterói, no Rio. As cerca de 250 pessoas, entre familiares, amigos e fãs, que compareceram à cerimônia saudaram "mestre Ziza", por diversas vezes, com palmas e discursos inflamados, prestando a última homenagem a um dos maiores jogadores do mundo.Zizinho morreu no início da madrugada desta sexta-feira, vítima de um enfarte, em sua casa, de dois quartos, em um dos bairros nobres de Niterói. Ele estava acompanhado por Nádia, uma de suas duas filhas. Emocionada, ela contou que o ex-craque da seleção estava conversando tranqüilamente, quando começou a passar mal e morreu.A gloriosa carreira deu a Zizinho a oportunidade de "curtir", como ele dizia, uma velhice tranqüila. O jogador aproveitava o tempo livre para ir aos bares e rodas de samba de Niterói. Em seus últimos dias, ele já não conseguia fazer essas coisa que tanto gostava. Um problema circulatório nas pernas o privava de caminhar até, por exemplo, a esquina da rua onde morava.Como jogador ou treinador, Zizinho sempre foi respeitado e idolatrado por onde passou. Nesta sexta-feira, representantes dos dois maiores clubes que tiveram Zizinho viviam momentos opostos em seu velório. Enquanto o constrangido vice-presidente de futebol do Flamengo, Júlio Lopes, acompanhado pelo presidente Edmundo Santo Silva, admitiu que o clube não rendeu em vida todas as homenagens que o ex-craque merecia, os representantes do São Paulo, José Teixeira, diretor-técnico, e João Roberto Seabra Malta, diretor-secretário, vangloriavam-se da maneira honrosa como o Tricolor sempre o tratou. O Bangu, time onde Zizinho também foi técnico, estava representado pelo seu vice-presidente, Jorge Antônio Augusto. A ausência mais sentida foi a dos representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que não enviou ninguém e providenciou, às pressas, uma coroa de flores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.