União do grupo, mesmo com problemas, é o trunfo do Santos

Reza e vontade são os pontos apontados pelo time da Vila Belmiro para ter conseguido vencer duas seguidas

Redação,

31 de julho de 2008 | 10h00

 Neco Varella/AE UNIÃO - Jogadores do Santos se unem para tirar a equipe da zona de rebaixamento do BrasileirãoSÃO PAULO - A ascensão do Santos no Campeonato Brasileiro - embora ainda esteja bastante ameaçado de rebaixamento - é resultado da união do time. Este é o discurso que parece até ensaiado entre os jogadores e bastante ressaltado pelo técnico Cuca. Especialmente após a vitória sobre o Internacional por 1 a 0 em Porto Alegre na quarta à noite. Veja também: Rodrigo Souto recorre de suspensão por doping na Fifa Santos bate o Internacional e sai da zona de rebaixamento Maikon Leite 'começa festa' e é só elogios de Cuca Para confirmar o que diz, ele aponta o círculo que o grupo santista tem feito ainda no campo, antes e depois das partidas, para rezar, todos ajoelhados. "Todo jogo estamos nos reunindo no meio-campo. Às vezes não tem resultado, mas a união existe", diz.  Mas, e as brigas? Kleber Pereira e Molina discutiram no vestiário do Estádio Palestra Itália, na mais recente de todas. "Num clube grande às vezes tem discussão, problemas, é ruim. Mas quando a gente ganha tira o peso. Todo grupo tem seus defeitos, problemas, mas gosto de trabalhar com eles", minimiza o técnico. "Estamos com o astral renovado, só que sempre tem de ter cuidado. Do jeito que saímos hoje [quarta] da zona de rebaixamento, temos de pensar em não voltar. Ganhamos três pontos importantíssimos em casa e temos de comemorar", reforça Cuca.  Ele fica na torcida nesta quinta contra o Vasco, que joga contra o Atlético Mineiro, e se vencer ou empatar recoloca o time alvinegro na zona de descenso. DISCURSO CORRETOO goleiro Douglas, que novamente foi titular do time, disse estar tranqüilo sobre a possibilidade de voltar à reserva de Fabi Costa. "Meu projeto é trabalhar, o dia a dia, e procurar jogar bem. Sobre o Fábio Costa, torço para ele voltar rápido porque nenhum atleta merece ficar machucado".

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCBrasileirão Série ACuca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.