União é arma para reação do Guarani

Depois de somar sete pontos em três jogos, o Guarani deixou as últimas posições do Campeonato Brasileiro da Série B no fechamento da décima rodada. O segredo, segundo o técnico Luiz Carlos Ferreira, é a união conseguida entre os jogadores, a m aioria diferente dos que começaram a competição."Os jogadores entenderam que só mesmo trbalhando em grupo, em concentração absoluta é que os resultados virão. E já estamos colhendo os primeiros frutos, mas falta ainda muita coisa", diz Ferreira, animada pela boa atuação na vitória sobre o Ituano, por 2 a 1, sexta-feira, no Brinco de Ouro. O próximo jogo do time campineiro será contra a Anapolina, sexta-feira, em Anápolis (GO).A tendência é a manutenção da mesma formação, onde se destaca o atacante Jonas, de 21 anos, artilheiro do time com cinco gols, dois deles anotados no último jogo. Durante a semana, algumas mudanças devem acontecer no elenco com a dispensa de alguns jogad ores e a contratação de outros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.