União e Portuguesa empatam sem gols

União São João e Portuguesa bem que tentaram a vitória neste sábado, mas não conseguiram sair do empate sem gols, no Estádio Hermínio Ometto, em Araras (SP). Com este resultado, o União se junta a Paulista e Ituano na sétima posição no Campeonato Paulista, com 14 pontos, contra apenas 7 pontos da Portuguesa, que ainda ocupa a indesejada penúltima posição.A Portuguesa começou a partida marcando a saída de bola do União e com mais posse de bola, mas a primeira grande chance foi do time da casa. Aos 12 minutos, Júnior chutou de fora da área e após rebote da defesa, Juliano chutou com força no ângulo, mas Gléguer foi buscar no canto.Do outro lado, a Portuguesa procurava chutar sempre que o União dava condições, mas não conseguia acertar o gol. Uma boa chance aconteceu aos 17 minutos. Fabrício lançou Rodriguinho, a defesa do time ararense parou pedindo impedimento e o atacante da Lusa chutou na saída de Gilson, mas para fora.O jogo começou a ficar monótono. Desorganizado taticamente, o União criava pouco, enquanto a Portuguesa começou a se preocupar apenas com a marcação. A partir daí, as chances de gol foram se tornando raras. O União chegou perto de marcar aos 34 minutos, quando Paulinho Kobayashi chutou de fora da área e Gléguer defendeu. No rebote, Ricardo Xavier já se preparava para marcar, mas na hora da conclusão, o goleiro da Lusa conseguiu se recuperar e colocar para escanteio. Nos acréscimos, em levantamento na área do União, a bola passou pelo goleiro Gilson e sobrou para o zagueiro Altair, da Lusa, que com o gol livre, chutou para fora.O União voltou melhor no segundo tempo e aos 2 minutos, Alexsandro invadiu a área pela direita e Gléguer fez mais uma defesa. Oito minutos mais tarde, Pereira subiu mais que a defesa do União e teve a chance de fazer de cabeça, mas a bola resvalou no travessão.A partida ficou ainda mais aberta a partir daí. Mas foi a partir deste momento que ficou evidente as limitações dos dois times, que sempre erravam o último passe em direção ao gol. Uma exceção foi aos 34 minutos: Rodrigo Pontes cruzou rasteiro para Wesley, mas Gilson defendeu e evitou o gol da Lusa.O gás dos dois times foi acabando aos poucos e o placar acabou sendo mantido. Aos 46 minutos, quase a Portuguesa fez seu gol. Ou melhor, marcou, mas não valeu. Celsinho cruzou da direita e Wesley, de carrinho, completou para as redes. Mas, o juiz anulou o lance alegando a saída de bola antes do cruzamento, gerando muitos protestos dos visitantes.No próximo sábado, o União São João vai até São Paulo (SP), onde enfrenta o Corinthians, no Pacaembu, enquanto a Portuguesa encara no domingo o Marília, no Canindé.

Agencia Estado,

26 de fevereiro de 2005 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.