União muda para vencer o São Paulo

O União São João entra em campo neste sábado, às 16 horas, completamente transformado. O time de Araras enfrenta o São Paulo, no estádio Hermínio Ometto, e precisa da vitória para escapar de vez do rebaixamento. Para isso, o técnico Celinho, agora efetivado no cargo e fazendo sua estréia no Campeonato Paulista da Série A-1, alterou até o esquema tático adotado por Cláudio Garcia, dispensado no início da semana. Sem poder contar com o zagueiro Andrei, o volante Fabrício Souza e o atacante Edu Salles, que cumprem suspensão, além do atacante João Paulo, expulso na rodada passada, Celinho mudou radicalmente o modo do time atuar. Do conhecido esquema 4-4-2, o novo treinador vai passar a utilizar o 3-5-2. A entrada do zagueiro Gilberto, que ainda não havia jogado no Estadual, e a volta do lateral-direito Flávio, que estava suspenso, também foram as novidades no treino que definiu o time para o jogo deste sábado. A confiança é muito grande no elenco, mesmo depois da derrota para o Mogi Mirim, por 4 a 2, no final de semana passado. A bronca dada pelo presidente José Mário Pavan na segunda-feira também parece ter acordado os jogadores. Foi visível a mudança de comportamento dos atletas durante os treinamentos desta semana. O péssimo rendimento no último jogo foi creditado pelo presidente como reflexo das "noitadas" de alguns atletas em Araras.Até Andrei, artilheiro do time com 10 gols, foi multado pela caixinha dos jogadores em R$ 1 mil por ter sido displicente durante os treinos. O jogador não estaria utilizando a camisa e nem as caneleiras, como é de praxe no clube. Para o treinador, mais três pontos livrariam o União São João do rebaixamento, apesar da diretoria garantir que o time precisará de cinco pontos para respirar aliviado na Série A-1. "Tenho certeza de que todos aqui vão dar o sangue no jogo contra o São P aulo e aproveitar as oportunidades para somarmos mais três pontos, que são essenciais para continuarmos entre os grandes. O time não vai cair, não", destacou o confiante Celinho. A única preocupação do técnico é com o número excessivo de cartões que os jogadores estão recebendo nos últimos jogos. Além de não poder contar com João Paulo nos próximos dois jogos, já que o atacante foi expulso pela segunda vez no Campeonato Paulista, outros seis jogadores estão "pendurados" com um cartão amarelo: o zagueiro Bernardi, o lateral Domires Júnior, o meia Leonardo e os meio-campistas João Santos e Mauro César.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.