União pode ficar sem artilheiro

O União São João de Araras pode começar o Paulistão 2003 sem o centroavante Galvão, sua principal estrela. Artilheiro do time no Campeonato Brasileiro da Série B, com 12 gols, a promessa de apenas 20 anos está com um pé no Olympique de Marseille, da França. Existe apenas um impasse financeiro para fazer o acerto.Os valores da negociação são escondidos a sete chaves pelos dirigentes do clube de Araras. Os franceses oferecem uma quantia em dinheiro para ficar com 50% dos direitos federativos do jogador, mas o time paulista só aceita negociá-lo em definitivo.O Olympique é líder da Primeira Divisão francesa e, em princípio, colocaria Galvão num time da Segunda Divisão, enquanto aguardaria a reabertura do mercado para estrangeiros. O atacante foi revelado no próprio clube e se tornou artilheiro no Campeonato de Juniores de 2001, com 16 gols. Ele é canhoto, mede 1,90 e um dos seus pontos fortes é o jogo aéreo, tão explorado na Europa.O União de Araras é pioneiro como clube-empresa no Brasil e trabalha para formar e vender craques. Sua estrutura também foi atingida em cheio pela Lei Pelé, que extinguiu o passe. O clube revelou, entre outros, além de Roberto Carlos do Real Madrid; Vágner do Celta de Vigo, Rogério, do Corinthians, Alexandre, do Atlético-MG.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.