União tenta evitar outro vexame

Embora espere somar seu primeiro ponto no Campeonato Paulista, o grande objetivo do União São João, nesta quarta-feira, contra o Palmeiras, é evitar outro vexame. É o mínimo que se pode esperar de quem perdeu seis jogos consecutivos e só deve se garantir na elite paulista caso o Oeste, de Itápolis, perca mesmo 12 pontos no Tribunal de Justiça da Federação Paulista. Sabendo das dificuldades que terá pela frente, o técnico Arnaldo Lira espera ver seus jogadores demonstrando muita vontade. "O Campeonato Paulista é equilibrado e um motivo para acreditarmos na recuperação", disse o treinador. O União ocupa a penúltima colocação do Grupo 2, sem nenhum ponto. Está à frente apenas do Oeste, que perdeu 12 pontos e hoje tem sete pontos negativos. Para conseguir pelo menos um empate, Lira fará duas mudanças, ambas nas laterais. Na direita, o polivalente Diguinho, que também atua de zagueiro e volante, se recuperou de uma lesão na coxa e ganhou a vaga de Vágner. Na esquerda, Eduardo, que teve atuação muito criticada, sai para a entrada de Wellington. Talvez seja uma tentativa de evitar que a defesa sofra mais gols. Até agora, o União tem a pior defesa com 23 gols sofridos, nove a mais que o Oeste. O restante do time será o mesmo. No meio campo, Marcelinho, o mais habilidoso do time, terá a missão de abastecer o ataque, que será formado por Osmar e pelo veterano João Paulo, ex-Guarani.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.