ALBERTO LINGRIA/REUTERS
ALBERTO LINGRIA/REUTERS

Uniformes verdes estão proibidos no Campeonato italiano a partir de 2022; entenda

Mudança ocorre para atender aos interesses das emissoras de televisão

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de julho de 2021 | 16h33

A cor verde está fora da moda na Itália. As equipes do Campeonato Italiano serão proibidas de utilizá-la a partir da temporada 2022-2023. A regra está descrita no artigo 2 do regulamento da competição, divulgado pela Lega Série A, responsável pela organização do torneio. 

A proibição atende aos interesses das emissoras de televisão, que temem um transtorno na cobertura causado pela semelhança entre cor de uniforme e gramado. O objetivo é facilitar uma visualização para o telespectador.  

A divulgação foi antecipada para que os clubes pudessem trabalhar na mudança dos uniformes para 2022. Eles são sempre lançados em julho, antes do começo da temporada.

A mudança deve impactar, principalmente o Sassuolo, que tem um uniforme titular com listras verdes e pretas. A Lazio também jogou com um uniforme verde (não o principal) na última temporada.

Caso algum clube tenha uma camisa de mais de três cores diferentes, a orientação da Lega Serie A é de que uma deve ser claramente dominante em todo o kit.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.