John Macdougall/AFP
John Macdougall/AFP

Union Berlin empata com o Stuttgart e vai disputar a elite alemã pela primeira vez

Igualdade por 0 a 0, nesta segunda-feira, valeu o acesso ao time que tem 53 anos de história

Redação, Estadão Conteúdo

27 de maio de 2019 | 17h59

Pela primeira vez em 53 anos de história, o Union Berlin obteve a classificação para a primeira divisão do Campeonato Alemão ao empatar sem gols contra o Stuttgart, nesta segunda-feira, em Berlim. A vaga na competição da temporada 2019/2020 foi conquistada pelos gols marcados fora de casa no jogo de ida, quando houve uma igualdade por 2 a 2.

O pequeno e charmoso Stadion Alten Forsterei esteve abarrotado nesta segunda-feira com 22.012 torcedores. Boa parte deles invadiu o campo após o apito final e tomou conta de todo o gramado. O Union Berlin, terceiro colocado na segunda divisão, é o 56.º time a disputar a primeira divisão nacional.

O Stuttgart, 16.º lugar no Campeonato Alemão, caiu pela terceira vez em sua história para a segunda divisão. Em 11 disputas dos playoffs de rebaixamento, esta foi a terceira vez que o time da Série B venceu o duelo.

O primeiro tempo foi bastante tenso, com as duas equipes demonstrando muito nervosismo. As defesas prevaleceram diante dos ataques, que falharam demais na armação das jogadas. O destaque dos primeiros 45 minutos foi o gol do Stuttgart anulado pelo VAR, aos 9. Dennis Aogo cobrou falta com sucesso, mas Nicolas González, posicionado na linha da bola, atrapalhou a visão do goleiro Gikiewicz.

No último lance da primeira etapa, Steven Zuber bateu colocado de fora da área, mas Gikiewicz fez grande defesa e manteve a vantagem do empate para o Union Berlin.

No intervalo, o experiente atacante Mario Gomez, de 33 anos, entrou no ataque do Stuttgart. Precisando da vitória, o time foi ao ataque de forma desordenada, abrindo espaços para os contra-ataques da equipe local. E as duas melhores chances de gol vieram com o nigeriano Abdullahi, que acertou a trave de Robert Zieler.

Nervoso, o Sttutgart tinha a posse de bola, mas, sem condição técnica, pouco conseguiu produzir. Nos minutos finais, o time adiantou a marcação e quase teve sucesso aos 43 minutos. O francês Pavard acertou lindo chute, mas Gikiewicz fez mais uma boa defesa e garantiu a vaga ao Union Berlin.

Tudo o que sabemos sobre:
campeonato alemão de futebolfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.