Oli Scarff/AFP
Oli Scarff/AFP

United vence fácil, afunda o Stoke e diminui diferença para o City

No Old Trafford, Valencia, Martial e Lukaku marcaram no triunfo por 3 a 0

Estadão Conteúdo

15 Janeiro 2018 | 20h10

O Manchester United não teve qualquer dificuldade para derrotar o desesperado Stoke City nesta segunda-feira, no encerramento da 23.ª rodada do Campeonato Inglês. Diante de sua torcida, no Old Trafford, o vice-líder da competição foi amplamente superior para fazer 3 a 0 e diminuir a diferença para o primeiro colocado da tabela, seu rival Manchester City.

+ Com golaço de Firmino, Liverpool vence e acaba com invencibilidade do City

Com o resultado desta segunda, o Manchester United subiu para 50 pontos, agora a 12 do City, que perdeu para o Liverpool no domingo. No próximo sábado, a equipe de José Mourinho volta a campo para encarar o Burnley, fora de casa. Já o Stoke, que anunciou a contratação do técnico Paul Lambert nesta segunda, parou nos 20 pontos, em 18.º, na zona de rebaixamento. Também no sábado, recebe o Huddersfield Town pelo Inglês.

Momentos antes do apito inicial, no entanto, as atenções da torcida do Manchester eram todas voltadas para os rumores da chegada de Alexis Sánchez. Depois que o chileno foi barrado do Arsenal no domingo, justamente por negociar sua saída do clube, Mkhitaryan ficou de fora nesta segunda, também por ter futuro incerto. Ele seria uma das peças oferecidas pelo Manchester para tentar tirar Sánchez do rival.

Mas com a bola rolando, o time da casa mostrou foco total no duelo e não demorou para sair em vantagem. Com apenas oito minutos, Valencia recebeu de Pogba pela direita, invadiu a área, cortou para o meio e chutou cruzado para fazer belo gol e dar a liderança ao Manchester.

O gol obrigou o Stoke a se lançar ao ataque, e o empate quase veio em lindo lance de Shaqiri, de bicicleta, aos 11 minutos. Aos 24, De Gea se atrapalhou após cruzamento da direita, Crouch ganhou pelo alto e a sobra ficou com Choupo-Moting, que bateu de carrinho. Phil Jones se jogou e impediu o gol.

Mas a fase dos visitantes não é mesmo boa, e o Manchester aproveitou para chegar ao segundo gol, em outra bela finalização de fora da área. Pogba recebeu na intermediária pela direita e tocou no meio para Martial, que emendou de primeira, de chapa. A bola voou para o ângulo esquerdo do goleiro, que não alcançou.

O Stoke ainda tentou reagir e viu Shaqiri novamente ficar no "quase" após belo lance, em que cortou dois marcadores e parou nas mãos de De Gea. Só que no segundo tempo, o Manchester voltou mais ligado e limitou as chegadas do adversário ao ataque. Além disso, quase ampliou aos oito, quando Lukaku parou em Butland.

Entregue, o Stoke assistiu às chegadas do Manchester e viu Butland se transformar em destaque. Ele parou Martial, aos 13, e viu Mata errar o alvo em duas ótimas oportunidades, aos 17 e 20 minutos. Até que Lukaku definiu o placar aos 26. Ele recebeu de Martial na área, girou sobre a marcação e encheu o pé.

O Manchester seguiu perdendo boas oportunidades de transformar a vitória em goleada. Aos 33, Mata acertou a trave. Já aos 39, Valencia recebeu de Pogba pela direita e tocou na área para Rashford, que finalizou de letra, parando em Butland. O Stoke ainda teve uma última chance de diminuir, mas Diouf parou em De Gea e, depois, jogou o rebote para fora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.