Universidad Católica quer aproveitar ausência de Adriano

Com chances remotas de garantir classificação às oitavas de final da Copa Libertadores, a Universidad Católica ganhou motivação extra para a partida de quarta-feira contra o Flamengo: a ausência de Adriano. Sem o atacante em campo, a equipe chilena espera aproveitar para se manter viva na competição.

AE, Agência Estado

13 de abril de 2010 | 16h27

Embora tenha treinado normalmente na segunda-feira, Adriano será poupado para a final da Taça Rio, domingo, contra o Botafogo. "Sabemos quem é Adriano e a presença que tem em campo. É bom (sua ausência) para nossa equipe, devemos aproveitar isso", afirmou o goleiro Paulo Garcés nesta terça-feira.

As peças de reposição do Flamengo, no entanto, preocupam o goleiro chileno. "Eles têm bons jogadores. Aquele que substituir Adriano vai querer fazer o melhor possível", ponderou Garcês.

A Universidad Católica está na terceira colocação do Grupo 8 com três pontos, quatro atrás do Flamengo e cinco da Universidad do Chile.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.