Universidad jogará fechado no Morumbi

Hector Pinto, treinador da Universidad de Chile, líder do Grupo 3 da Libertadores, tem muito claro o que deseja conseguir hoje no Morumbi. "Vamos ao Brasil para não perder", disse o treinador aos jornalistas chilenos. "A responsabilidade é do São Paulo e nós vamos tentar envolvê-los. Não vamos deixar espaços para que pratiquem o seu jogo."A idéia é ter um time mais cauteloso e por isso Héctor Santibañez ganhou a posição de Manuel Ibarra na lateral-direita. "Não há necessidade de muito apoio pelas laterais", disse o técnico. Isso significa que a Universidad ficará atrás, tentando segurar as projeções de Cicinho e Júnior, os alas do São Paulo.A dupla de atacantes é formada por argentinos: Sérgio Gioino e Diego Rivarola. Na vitória por 3 a 2 sobre o Quilmes, Rivarola entrou aos 27 minutos do segundo tempo e Gioino atuou os 90 minutos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.