Arquivo/Estadão
Arquivo/Estadão

Uruguai confirma boa fase e conquista a Copa de 1930, a primeira da história

Bicampeã olímpica, seleção celeste sedia Mundial e é a campeã dentre 13 equipes de todo o mundo

Wilson Baldini Jr., O Estado de S.Paulo

11 Maio 2018 | 03h00

Bicampeã olímpica nos anos de 1924 e 1928, a seleção uruguaia teve o direito de ser sede da primeira edição de uma Copa do Mundo, que não teve fase eliminatória e só contou com 13 equipes, pois os vários representantes europeus, como as poderosas Inglaterra e Alemanha, não quiseram enfrentar as longas viagens de navio a vapor.

Confira a página especial sobre a Copa do Mundo de 2018

INFOGRÁFICO - Brasil, a camisa mais pesada do futebol mundial

ESPECIAL - 15 anos do Penta, nossa última conquista

A seleção brasileira, por causa de uma briga política entre as federações de São Paulo e do Rio, só foi representada por jogadores dos times cariocas. Craques como Friendenreich, Feitiço e Del Debbio, que jogavam em clubes paulistas, ficaram de fora.

Preguinho, autor do primeiro gol brasileiro em copas, na derrota por 2 a 1 para a Iugoslávia, dividia seu tempo com a natação e o remo.

Com isso, a “Celeste Olímpica” ganhou a competição com certa facilidade. O jogo mais complicado foi exatamente a final, diante dos rivais argentinos, que terminaram o primeiro tempo em vantagem no placar por 2 a 1.

Mas empurrados por seus fanáticos torcedores, os uruguaios buscaram a virada e o técnico Alberto Suppici pôde levantar a taça “Vitória às Asas de Ouro”.

FICHA DA FINAL DA COPA DE 1930

URUGUAI 4 X 2 ARGENTINA

URUGUAI - Ballesteros; Nasazzi e Mascheroni; Andrade, Fernández e Gestido; Dorado, Scarone, Castro, Cea e Iriarte, Técnico: Alberto Suppici.

ARGENTINA - Botasso; Dellatorre e Paternoster; Suarez, Nonti e Evaristo; Mario Evaristo, Ferreira, Stábile, Varallo e Peucelle. Técnicos: Francsco Olazar e Juan Jose Tramutola.

GOLS: Dorado aos 12 e Peucelle aos 20 e Stábile aos 37 minutos do primeiro tempo.  Cea aos 12, Iriarte aos 23 e Castro aos 44 do segundo tempo.

JUIZ: John Langenus (BEL)

DATA: 30 de julho de 1930

PÚBLICO: 68.346

LOCAL: Estádio Centenário, em Montevideu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.