Andre Penner/AP
Andre Penner/AP

Uruguai e Paraguai empatam e garantem classificação no Chile

Seleções vão às quartas de final da Copa América com igualdade

Estadão Conteúdo

20 de junho de 2015 | 18h10

Uruguai e Paraguai fizeram um duelo bem disputado neste sábado em La Serena, no Chile, na definição do Grupo B da Copa América. E o resultado foi um empate por 1 a 1, o que garantiu as duas equipes nas quartas de final da competição. Giménez e Barrios marcaram os gols do duelo. O Paraguai terminou a fase de grupos com um ponto a mais do que os uruguaios, que tentaram até o fim o gol da vitória para obter uma colocação melhor na chave e fugir do possível confronto com o grupo do Brasil. Os dois times esperam agora a definição da fase de grupos neste domingo para saber quais serão seus adversários.

Com muito ímpeto na parte inicial do confronto, o Uruguai ameaçou a meta paraguaia em vários oportunidades. E não demorou para conquistar a vantagem no duelo. Aos 28 minutos de jogo, em escanteio bem cobrado, a Celeste Olímpica abriu o placar. O zagueiro Giménez cabeceou firme para o gol de Justo Villar e a bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Com a vantagem, o time de Oscar Tabárez conseguiu imprimir um bom ritmo de jogo e ameaçou o adversário em algumas oportunidades. Na mais perigosa delas, Coates cabeceou firme, em outro cruzamento perigoso do ataque uruguaio, e o goleiro Villar fez uma defesa sensacional, impedindo o segundo gol na partida.

Quando tudo levava a crer que o Uruguai iria para o vestiário com a vantagem, o Paraguai surpreendeu o adversário e empatou a partida com Lucas Barrios. O novo atacante do Palmeiras completou bem de cabeça ao antecipar-se à defesa uruguaia em boa cobrança de escanteio.

Na volta do intervalo, o Uruguai manteve o ritmo da etapa inicial e voltou a ameaçar. Logo aos 8 minutos, Álvaro Pereira cruzou a bola na cabeça de Cavani, que mandou pela linha de fundo, próximo do gol paraguaio. Mais tarde, aos 19, outra jogada de perigo uruguaia. Álvaro Pereira, novamente, cruzou na área do Paraguai, a zaga não subiu e Stuani cabeceou sozinho, mas errou o alvo.

Aos poucos, o time celeste encurralava a equipe paraguaia, que vivia apenas de esporádicos contra-ataques e bolas paradas. Como o gol não saía, o Uruguai tentava de tudo para garantir a vitória e uma possível primeira colocação, tirando a equipe do provável confronto com o Brasil. Mas não era o dia uruguaio.

O duelo acabou no empate e deixou o Paraguai com cinco pontos, à frente dos uruguaios, que ficaram com um ponto a menos. O resultado garante no mínimo o segundo lugar para os paraguaios. O Uruguai espera agora a definição do grupo do Brasil para saber se será o melhor terceiro colocado, já que superou o Equador, outro terceiro colocado, que tem apenas três pontos.

FICHA TÉCNICA

URUGUAI 1 X 1 PARAGUAI

URUGUAI - Muslera; Maxi Pereira, Giménez, Coates e Álvaro Pereira; Arévalo Rios, Sánchez (Rodríguez), González e Abel Hernández (Stuani); Diego Rolán e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.

PARAGUAI - Justo Villar; Cáceres, Da Silva e Bruno Valdez; Piris, Molinas, Ortigoza (Ortiz) e Edgar Benítez; Bobadilla (González), Barrios (Roque Santa Cruz) e Nelson Haedo-Valdez. Técnico: Ramón Díaz.

GOLS - Giménez, aos 28, e Barrios, aos 44 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Abel Hernández, Coates e Álvaro Pereira (Uruguai); Ortigoza, Ortiz e Molinas (Paraguai).

ÁRBITRO - Roberto García Orozco (Fifa/México).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio La Portada, em La Serena (Chile).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.