Raúl Martínez/EFE
Raúl Martínez/EFE

Uruguai embarca para Copa com 'grande desafio' de vencer o Egito, diz Godín

Seleção uruguaia enfrenta egípcios na próxima sexta-feira, em sua estreia na Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

09 Junho 2018 | 22h06

O Uruguai embarcou na noite deste sábado para a Rússia, para a disputa da Copa do Mundo. Segundo o capitão da equipe, o zagueiro Diego Godín, a seleção está focada no "grande desafio" de vencer o Egito na estreia do Mundial, na próxima sexta-feira, em Ecaterimburgo.

+ Espanha sofre, mas bate a Tunísia por 1 a 0 graças a reservas; Marrocos vence

+ Mbappé marca e França empata com Estados Unidos no último amistoso antes da Copa

"Embora o sonho e a disposição sejam muito grandes, como o de todo povo uruguaio, a realidade indica que o grande desafio que temos pela frente é tentar ganhar o jogo contra o time egípcio. Isso é o mais importante que temos agora em mente", disse o zagueiro, antes de entrar no avião, no Aeroporto Internacional de Carrasco, nos arredores de Montevidéu.

Ele acrescentou que "o primeiro grande objetivo" da seleção de seu país será "tentar passar a fase de grupos". No Grupo A, o Uruguai também enfrenta a Arábia Saudita, no dia 20, e a anfitriã Rússia, no dia 25.

Milhares de torcedores acompanharam o embarque para desejar sucesso no Mundial à equipe comandada pelo técnico Óscar Tabárez. Diego Godín valorizou o apoio e a confiança. "Excitação, orgulho, muita gratidão a eles. Uma despedida como essa nem nas outras Copas do Mundo nem na Copa América. Isso é algo legal, é algo que construímos, que geramos", disse o capitão.

 

O volante Matías Vecino também agradeceu aos torcedores e afirmou que a seleção uruguaia "vai tentar dar o melhor" na estreia contra o Egito. A delegação vai ficar concentrada na cidade de Nizhny Novgorod.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.